A bruxa tá solta..e os técnicos, malucos!

A África do Sul está em festa e o mundo anseia pelo início da Copa do Mundo. Época de craques desfilarem pelos gramados, de apresentações antológicas e shows por onde passam as esquadras. Tempos em que as nações esquecem suas tristezas, grandes seleções se enfrentam, jogam partidas memoráveis e vemos os maiores do mundo ao mesmo tempo. Certo? Errado, pois esqueceram de avisar a bruxa que 2010 é ano de Mundial! 

Estamos a dois dias de começar um dos maiores espetáculos do esporte e a senhora da vassoura não para de aprontar. Jogadores e mais jogadores com potencial pra tornarem um jogo mais bonito e emocionante estão fora – ou praticamente fora – da Copa devido às contusões que assombram as seleções. Infelizmente, quem perde com a ausência de tantas estrelas somos nós, meros torcedores, que aguardamos 4 anos para assistir a um torneio enfraquecido, mas não menos magnífico. 

Imaginem o brilho que a Copa perderá sem David Beckham e suas fenomenais bolas alçadas na área inglesa, assim como a força defensiva que o time perderá com a exclusão de Rio Ferdinand. O que falar da Alemanha sem Michael Ballack, que veste a camisa 13, mas tem o cerébro de um autêntico camisa 10? Como poderá brilhar o carrossel holandês com a ausência de Arjen Robben? A poderosa Itália, que ressentirá de seu capitão moral Andrea Pirlo, terá a mesma força de 2006? E a não menos competitiva seleção portuguesa, sentirá falta de Nani e suas arrancadas pelas pontas ou apenas Cristiano Ronaldo será suficiente? E a pobre seleção de Gana, como reagirá sem Michael Essien? E o franco-atirador Paraguai, será páreo duro sem o gordinho Cabañas? Coitada da Costa do Marfim, que chega à África do Sul com um belo time formado por ‘europeus’, mas desfalcada de Didier Drogba, sua estrela maior. Triste, pra não dizer lamentável.

Mais triste que isso, só os técnicos que contribuiram para o esvaziamento da competição. Podemos começar pela seleção anfitriã, cujo treinador Carlos Alberto Parreira deixou de fora o goleador Benni McCarthy, pois estava fora de forma. O que dizer do maluco Raymond Domenech, que costuma apelar até mesmo para feiticeiros para motivar seus atletas, e deixou de fora ninguém menos que Karin Benzema, além de Vieira e do excelente Nasri? Sem contar o tal argentino Diego Maradona, que surpreendeu ao não convocar o elegante Cambiasso, o brigador Fernando Gago e o experiente Javier Zanneti. Já o alemão Joachin Low deixou de fora o combatente zagueiro do Real Madrid, Metzelder. Ora como entender o motivo que levou o senhor Bert van Marwijk, técnico da Holanda, a deixar Clarence Seedorf de fora? Ora, ora Marcello Lippi… por que não Francesco Totti e Antonio Cassano? Hey Dunga, explica porque o comprometimento do Kléberson tem mais valor que as genialidades de Ronaldinho Gaúcho e a sutileza do Ganso? E o arrogante Carlos Queiroz deixar o jovem e ótimo João Moutinho fora da seleção de Portugal teria alguma razão plausível?

Agora, o que resta aos apaixonados pelo verdadeiro futebol, é torcer para que tenhamos dias inesquecíveis entre 11 de junho e 11 de julho. Porque no que depender dos técnicos do futebol moderno, aqueles mesmo que estão colocando o comprometimento na frente da técnica e a defesa sendo preterida ante o ataque, estaremos todos de luto em muito pouco tempo. Toc toc toc na madeira, porque se a arte morrer, o futebol é enterrado junto.

Abraços!

Anúncios

8 responses to this post.

  1. Posted by Antonio Nunes on 10/06/2010 at 8:46 am

    Buja,

    Verdade sobre a ida do Hernanes para o Lyon, ou uma especulação sem fundamentos?
    Você acredita que devemos vender o Hernanes?

    Responder

    • Acredito que seja verdade. Apesar de a imprensa sempre exagerar um pouco na especulação, alguma verdade sempre tem na notícia. E creio que sim, o Hernanes deve ser vendido por 2 motivos: 1- O SP já recusou 2 propostas de 15 mi de euros por ele, e está penando pra conseguir que alguém chegue nos 12 mi hj. Seu auge já passou e será praticamente impossível Juvenal conseguir algo melhor que essa oferta do Lyon. 2- Hernanes é um ‘craque da tv’. Bom jogador, sem dúvidas, mas quem assiste o futebol criticamente, sabe que um craque nao erra passes seguidos de 3 metros. Porém, dá um lançamento longo e bonito no jogo, aparece em todos os canais apenas esse lance e é considerado craque. Nunca foi e nunca será. Apenas mais um bom jogador.

      Responder

  2. Posted by Antonio Nunes on 10/06/2010 at 8:50 am

    Quem vc aponta para levar o caneco?

    Responder

    • Olha, tenho aqui uma relação de favoritos, que logicamente tem o Brasil entre eles. Mas não cravaria um time pra ganhar não.. são muitas possibilidades! Hoje farei um texto sobre isso!
      Abraço

      Responder

  3. Posted by wesley on 10/06/2010 at 1:02 pm

    Muito bom seu blog..fala de futebol de forma critica e elegante…parabéns..estou seguindo…

    http://rocknomeucarnaval.blogspot.com/

    Responder

  4. Posted by Margu on 10/06/2010 at 1:15 pm

    Ballack é a 13 não a 23

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: