Felipão é a solução?

Luiz Felipe Scolari acertou recentemente sua volta ao Palmeiras, clube de onde saiu há quase uma década. Na sua primeira passagem, o treinador virou ídolo dos palmeirenses ao conquistar a primeira e única Libertadores do clube, além de outros títulos, como a Copa do Brasil. O grande problema é que o time que Felipão vai encontrar a partir de hoje, quando inicia seu trabalho, está longe, muito longe daquele Palmeiras vencedor do final da década passada.

Aquela equipe ainda tinha a Parmalat como parceira, fazendo com que os investimentos fossem altos pros padrões brasileiros. Hoje, quem está ao lado dos palestrinos é a Traffic, que pouco tem feito para tornar o alviverde uma potência parecida com aquela. Tanto é que acabou de vender Cleiton Xavier pra uma agremiação ucraniana de pequeno porte. Se analisarmos os jogadores posição por posição, não há outra conclusão a não ser que Felipão terá uma tarefa árdua pela frente. Vejam vocês a diferença nas escalações:

1999: Marcos, Arce, Roque Jr., Jr Baiano e Junior; César Sampaio, Rogério, Zinho e Alex; Oséias e Paulo Nunes

2010: Marcos, Vitor, Danilo, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Edinho, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Lincoln; Kleber e Ewerthon

E então, caro leitor palmeirense, você arriscaria colocar um desses 11 atuais naquela seleção de 99? Naquele time, do goleiro ao centroavante, todos era muito bons, acima da média, talvez com exceção do Rogério e do Jr. Baiano, que tinha disputado a Copa no ano anterior. Hoje, nenhum desses teriam condições de chegar à seleção. Quem sabe o Kléber se tivesse um pouco mais de inteligência. Mesmo assim eu não trocaria ele pelo Evair há 11 anos. No gol, Marcos já era o goleiro em 1999, mas ainda jovem, com o reflexo bem mais apurado. Nas laterais, Arce, paraguaio dos bons, fazia a direita, enquanto Junior atingia seu auge do lado oposto. Em 2010, Vitor e Gabriel Silva estão longe de serem unanimidades. No miolo da zaga, Jr. Baiano e Roque Jr., ambos com grandes passagens pela seleção, formavam uma dupla segura, diferente de Maurício Ramos e Danilo. Rogério e César Sampaio eram certamente melhores que os três volantes atuais – Edinho, Márcio Araújo e Marcos Assunção, assim como seria uma heresia comparar Alex com Lincoln. Kléber, Ewerthon? Ah, que saudades de Oséias e Paulo Nunes, que chamavam o jogo e decidiam mesmo! Eu pelo menos ficaria com aquele time, sem tirar nem por.

Antes que vocês me xinguem, quero deixar claro que não to dizendo que a briga do Palmeiras será contra o rebaixamento. Só estou mostrando meu ponto de vista quanto às possibilidades de chegar um pouco mais longe. Agora há pouco, no Pacaembu, o alviverde venceu o Santos por 2×1 e jogou um futebol agradável. Mas daí a sonhar com o título já acho um pouco demais POR ENQUANTO. Felipão é um treinador de primeira linha e sabe como ninguém formar um grupo. Porém, acredito que o ‘pé-de-obra’ que ele tem em mãos é fraco. Pra poder brigar, acredito que a contratação de um zagueiro e um matador seria fundamental, assim como um meio campista cerebral. Em resumo, Felipão pode sim ser a solução pro Palmeiras, contanto que chegue reforços e tenha a tranquilidade que os últimos técnicos não tiveram pra trabalhar. Quem sabe o Valdívia não desembarca pelos lados do Palestra em breve e seja a cereja do bolo que está faltando… Boa sorte, Palmeirenses!

Siga-me no twitter: www.twitter.com/blogdobuja

Abraço!

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by SIQUEIRA on 16/07/2010 at 5:21 pm

    Realmente, naquela época, qual seja, da Parmalat o VERDÃO enrava em campo e a pergunta era de quanto ia ser a goleada? Entretanto, acredito que o Felipão irá ajustar o time e este será competitivo, além do que não vejo nenhum outro time no Brasil que chega a ser superior, ao que consta estão nas mesmas condições. Uma coisa é certa o VERDÃO irá dar trabalho e caso não cruze com tal de SIMON e CIA., talvez tenhamos sorte.

    Responder

  2. Posted by Mario Bross on 22/07/2010 at 1:29 am

    O PALMEIRAS com certeza dará muito trabalho ao FELIPÃO.
    Contudo a torcida PALMERENSE está confiante, e acredita que a solução está nas mãos “tecnica” do FELIPÃO aplicada ao time.
    Todos sabemos que a adiministração PALMERENSE, é feita atualmente com os pés no chão, existindo um ou dois atletas do ” parceiro ” traficc.
    E reforço será necessario e acrescentado no momento certo.
    Se a traficc ou outro parceiro desejar trazer algum atleta tem que passar pelo crivo do FELIPÃO.
    Sabemos também que é muito dificil ser profissionais, tratar com seriedade a atividade futebolistica, a exemplo veja o que fala o ilustre diretor do flamengo ZICO, sobre as qualidades esperadas para atletas e clubes de futebol, o PELIPÃO demonstrou seriedade, ao selar seu contrato com PALMEIRAS, acertado no fio do bigode, por outro lado o presidente do PALMEIRAS sr. BELLUSSO, tem sofrido com a pratica no meio futebolistico, pelas maracutaias, em algum momento agir com seriedade fica quase impossivel.
    A exemplo veja o blog do arquirival Juca Kfouri sobre o luxemburgo querendo melar a contratação do MAGO pelo PALMEIRAS.
    O exemplo negativo é o decadente treinador/manager luxemburgo virar fuxiqueiro.
    Tenha santa paciência, nem a 600km de distancia ele esquece o PALMEIRAS.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: