Archive for the ‘Seleção Brasileira’ Category

Os escolhidos!

Dois dias após ser anunciado como técnico da seleção brasileira, Mano Menezes já teve o privilégio de fazer sua primeira convocação. Antes das críticas do pessoal, saibam que essa não é a seleção ideal pra ele. Muitos jogadores não foram convocados por estarem em pré temporada em seus clubes na Europa e a prioridade foi daqueles que atuam aqui no Brasil. Tanto é que dentre os 23 chamados, 10 são estreantes. Bom, vou listando e colocando minha opinião a respeito.

Goleiros: Victor (Grêmio), Renan (Avaí) e Jefferson (Botafogo)

Acredito que em breve os dois últimos não serão novamente convocados. Não conheço o Renan, pode até ser um bom goleiro, mas o Jefferson eu tenho certeza que foi somente pra tapar buraco. Já Victor tem tudo para ser o goleiro brasileiro em 2014, dependendo da condição de Julio César.

Laterais: Rafael (Manchester United), Daniel Alves (Barça), Marcelo (Real) e André Santos (Fenerbahçe)

Na minha opinião, Maicon e Daniel Alves ainda tem chão pra queimar, mas se existe hora certa pra testar, então é agora. Por isso, boa aposta em Rafael, que vem jogando regularmente na Inglaterra. Do lado esquerdo, o lateral que já deveria ter ido pra Copa: Marcelo. O jovem já vem batendo um bolão no Real e tem tudo para ser nosso camisa 6 daqui 4 anos. André Santos só está indo pela falta de alguém mais capacitado, mas não deixa de ter seus méritos.

Zagueiros: David Luiz (Benfica), Réver (Atlético-MG), Henrique (Racing) e Thiago Silva (Milan)

Se existe um setor em que não deveria ser mexido, este é a defesa. O grande problema é saber que condições Juan e Lúcio terão em 2014, já com idades avançadas. E se o objetivo é renovar, Mano fez muito bem. Thiago Silva dispensa comentários pelo monstro que é. Sem dúvida será o zagueiro na próxima Copa. David Luiz, jovem jogador que atua em Portugal, é cobiçado pelos grandes europeus pela excelente temporada que fez. Ou seja, merecido. Quanto à Henrique e Réver, não sei se Mano optou pelo melhor. Na minha visão, Alex Silva e Miranda, ambos do São Paulo, tem mais bola. Mas talvez a chance de uma eventual final da Libertadores fez com que não fossem convocados dessa vez.

Volantes: Hernanes (São Paulo), Sandro (Inter), Jucilei (Corinthians), Ramires (Benfica) e Lucas (Liverpool)

Podendo contar com poucas opções, Mano escolheu pelos melhores. Sinceramente, eu esperava Elias no lugar de Jucilei, que se tornou a surpresa pra mim. Não achei justo Mano convocar Hernanes e Sandro, visto que estes podem desfalcar suas equipes caso elas cheguem na decisão da Libertadores. Quanto à Ramires e Lucas, vejo um enorme potencial em ambos, com grandes chances de formarem uma dupla de volantes de muita qualidade.

Meias: Ederson (Lyon), Ganso (Santos) e Carlos Eduardo (Hoffeinheim)

Pra falar a verdade, não conheço esse Ederson. Já ouvi falar algumas vezes, mas nunca o acompanhei. É uma aposta de Mano. Quando ao Ganso, dispensa comentários. Será o camisa 10 que há tempo tanto o Brasil não tem. Por fim, acho Carlos Eduardo um jogador bastante esforçado, que sabe jogar, mas não tanto pra estar numa seleção. Enfim, é um jovem e o Mano resolveu apostar. Vai que dá certo….

Atacantes: Robinho (Santos), Neymar (Santos), André (Santos), Pato (Milan) e Tardelli (Atlético-MG)

A outra surpresa da lista ficou por conta da convocação do André. Pra mim, merecidíssimo pelo que fez no primeiro semestre. Mas eu não acreditava, pois a mídia batia muito em cima de Ganso e Neymar. Quanto a este, Robinho e Pato, não há o que falar. Bons jogadores, acima da média e com idade pra jogar em 2014 em alto nível. Agora o que o Tardelli faz nessa lista, nem o Leão explica…

Enfim, Mano fez uma convocação de razoável pra boa, se levarmos em conta as poucas opções que tinha. A tendência é ele ir modelando a equipe conforme for testando. Acho que num futuro próximo, jogadores como Bruno César (Corinthians), Phillipe Coutinho (Inter de Milão) e Giuliano (Inter), aparecerão. Mas agora não é hora de críticas. Alguns nomes que estão nessa lista certamente estarão na Copa no Brasil. Porém, outros, nunca mais serão convocados. Portanto, hoje, Mano merece nosso apoio.

Siga-mw no twitter: www.twitter.com/blogdobuja

Abraço!

Mano Menezes é o escolhido! De verdade…

Depois da trapalhada sem tamanho ao anunciar Muricy Ramalho como técnico da seleção quando o acordo ainda não estava fechado, a CBF confirmou na manhã de ontem que o escolhido pra ocupar o cargo mais importante do futebol nacional é Mano Menezes. Aos 48 anos, é detentor de 1 Copa do Brasil, 1 Paulista, 2 Gaúchos e 2 títulos da série B, além de conquistar o 3º lugar na Copa do Brasil de 2004 com o pequeno 15 de Campo Bom. Na minha opinião, o ex-treinador do Corinthians sem dúvidas também faz por merecer o convite. Azar do Corinthians, sorte da seleção.

Como eu já havia dito no post sobre a escolha de Muricy quando foi anunciado, Mano Menezes era o cara certo pro cargo, levando em conta os objetivos que Ricardo Teixeira tinha para a seleção. O discurso é claro: renovação imediata, para termos em 2014 jogadores com média de idade bem abaixo do time de 2010. E quando o assunto é renovação, o currículo de Mano mostra que ele é um expert no assunto.

Em 2005, quando ainda era um ilustre desconhecido, assumiu o Grêmio recém rebaixado à série B com a função de reerguer a equipe e devolver o clube para a divisão principal. Depois do épico jogo que ficou conhecido como a ‘Batalha dos Aflitos’, conseguiu retornar à elite mesmo contando com apenas 7 jogadores em campo. Após atingir sua meta, Mano foi além. Conquistou o bicampeonato gaúcho em 2006 e 2007 e levou o tricolor dos pampas à final da Libertadores de 2007, quando perdeu para o Boca em pleno Estádio Olímpico.

No ano seguinte, outro desafio. Após selar o rebaixamento do Corinthians na última rodada do Brasileirão-07, quis o destino que o gaúcho de Passo de Sobrado assumisse o comando técnico do segundo time mais popular do Brasil logo em seguida. Após pegar um time esfacelado, sua reformulação conduziu os jogadores a uma campanha irretocável, que resultou no retorno do timão à primeira divisão. No ano seguinte, conquistou o título Paulista de forma invicta e levou também a Copa do Brasil.  

Agora, em 2010, atinge o ápice de sua carreira com o convite para ser o treinador da seleção na Copa mais importante da história para os brasileiros, pois será disputada por aqui. Pra finalizar, gostaria de ressaltar uma frase dita por ele na coletiva ontem quando anunciou que aceitaria o desafio, mostrando que ele começou com o pé direito, mostrando o espírito que todos nós queremos. Em resposta à imprensa, que dizia que o técnico que aceitasse o cargo após a recusa de Muricy seria menosprezado por não ter sido o primeiro escolhido, Mano disse que “é uma honra ser o 2º em um país que existem diversos excelentes profissionais e ficar atrás de Muricy não é desprezo nenhum”. Excelente postura. E que comece a trabalhar, pois amanhã já sai a primeira convocação para o amistoso contra os EUA dia 10/08. Boa sorte, Mano. Força, porque a partir de agora começa o sonho do hexa e você é um dos principais responsáveis por isso.

Siga-me no twitter.: www.twitter.com/blogdobuja

Abraço

Boa sorte, Muricy!

ATUALIZAÇÃO: Agora é oficial. Após dar o acordo como certo, a CBF anuncia que Muricy não será o técnico. Ao que tudo indica, Mano deve anunciar amanhã logo cedo que aceita o convite feito pela CBF e será o novo comandante da seleção brasileira! Mais informações em breve. 

A CBF acaba de confirmar o nome do novo técnico da seleção brasileira. Trata-se de Muricy Ramalho, agora ex-Fluminense. No currículo, o tri-campeonato Brasileiro com o São Paulo e vários campeonatos estudais por diversas equipes.

Deixando de lado a minha visão quanto ao seu estilo de jogo, não há como negar que Muricy chega à seleção por seus méritos. No Brasil, ninguém ganhou mais títulos que ele nos últimos 4 anos. Pode ter sido jogando um futebol feio, mas os títulos chegaram e sem dúvida hoje ele é um dos grandes treinadores no país. O problema agora vai ser aguentar a seleção jogando a base de cruzamentos e com pouca ousadia.

Na minha opinião, a CBF escolheu errado. Como disse anteriormente, Muricy tem seus méritos, mas pelo que Ricardo Teixeira quer pro futuro, Mano Menezes seria uma melhor opção. O objetivo a partir de agora é renovar o time, convocando jovens valores que tem muito a contribuir ainda. E quem fez isso muito bem foi Mano, ao pegar o Grêmio esfacelado em 2005 e reerguê-lo, assim como fez com o Corinthians em 2008.

Enfim, a escolha tá feita e agora não há como voltar atrás. O novo técnico terá uma responsabilidade muito grande, visto que a próxima Copa será por aqui. Resta desejarmos sorte ao Muricy e torcer pra que ele nos traga o hexa em 2014. Afinal, agora ele representa toda uma nação.

PS.: Piadinha do dia – Rolam boatos que Ricardo Teixeira enviará um ofício à FIFA para que a Copa de 2014 seja disputada no sistema de pontos corridos! Os são paulinos vão entender! Hahaha

Siga-me no twitter: www.twitter.com/blogdobuja

Abraço!

E a ‘Era Dunga’ chega ao fim…

Agora é oficial: Dunga não é mais treinador da seleção brasileira. Depois de praticamente quatro anos, Carlos Verri se despede do comando técnico do Brasil diferentemente de como sonhava. O título da Copa do Mundo não veio, mas não podemos negar que foi uma Era vitoriosa. Em 5 torneios disputados, 3 foram conquistados – Copa América, Eliminatórias e Copa das Confederações. Mesmo assim, muitas críticas pairam sobre o agora ex- técnico da seleção. Talvez porque as 2 que perdemos eram a Copa do Mundo e as Olímpiadas.

Foram 4 anos de trabalho com altos e baixos. Dunga assumiu a seleção com um objetivo muito claro, que era de acabar com a farra nas concentrações e trazer o famoso comprometimento dos atletas para com a amarelinha. O povo pediu, ele atendeu. Inicialmente, medalhões foram deixados de lado, o jogo passou a ser baseado em resultados e não em espetáculos. Por duas vezes, Dunga esteve ameaçado de demissão. Em outras duas, foi ovacionado ao conquistar títulos. Algumas convocações se tornaram inexplicáveis até hoje, como Afonso. Outras, como Felipe Mello, também continuam uma incógnita. Em relação a competência ou incompetência dele, não vou entrar em discussão, pois já falei sobre isso em outro post.  O fato é que Dunga assumiu a equipe com um propósito e conseguiu alcançá-lo, apesar de ter ficado pelo caminho na Copa.

Mas chega de falar do passado. Vamos ao que mais interessa a partir de agora: o próximo comandante, que vai ter a difícil missão de treinar a equipe na Copa do Mundo do Brasil. Pelo que andei lendo por aí, são 5 candidatos principais. Entre eles, Felipão, Muricy, Mano Menezes, Ricardo Gomes e Leonardo. Bom, pelo pouco que entendo, vou tentar falar o que eu acho de cada um.

Luiz Felipe Scolari: o popular Felipão talvez seja a única unanimidade entre os candidatos. Campeão com a seleção em 2002, conta com a simpatia de todos os brasileiros, incluindo a mídia, o que é um ponto muito positivo. Agora falando da parte prática, não há como negar a competência do cidadão. Por onde passou, deixou títulos e o carinho do torcedor. Fez uma campanha fenomenal com a mediana seleção portuguesa, conquistando um honroso 4º lugar na Copa de 2006 e um vice campeonato na Euro – 2004. Isso sem contar as duas Libertadores por Palmeiras e Grêmio, além das 3 Copas do Brasil. Tudo isso sem jogar um futebol de resultado. Tá certo que Felipão não é dos mais ofensivos, mas jamais deixa de buscar o gol com medo de tomar. Pra mim, seria uma excelente escolha. Azar do Palmeiras, que perderia um senhor treinador para a sequência.

Muricy Ramalho: Ricardo Teixeira estaria trocando seis por meia dúzia ao trocar Dunga por Muricy. Ranzinza, antipático e extremamente grosso, também não tem uma relação muito boa com a imprensa. Como sempre falo, não gosto do modo como as equipes dele atuam. Concordo que é um técnico extremamente competente, com títulos por onde passou, mas pra chegar onde chegou sempre precisou apelar pro futebol de resultados, focado em defender os 90 minutos e tentar achar um gol de bola parada. Pesa contra ele também o fato de ser um treinador de opostos. Ou a pessoa gosta muito, ou odeia com todas as forças. E este fato poderia causar uma pressão muito grande sobre ele, sendo extremamente prejudicial à seleção de modo geral. Se eu fosse dirigente e precisasse escolher, riscaria Muricy rapidamente da minha lista, porque ver uma seleção brasileira de tanta história jogar dessa forma seria decepcionante.

Mano Menezes: aqui talvez esteja o favorito pra assumir, já que a cúpula corinthiana tem um relacionamento muito bom na CBF. Mano vem de uma sequência de trabalhos muito boa. Levou o Grêmio de volta à série A e ao vice campeonato da Libertadores em 2007. Também conduziu a volta do Corinthians, sem contar o Paulista e a Copa do Brasil jogando o fino da bola. Também gosta de uma boa defesa, mas jamais abdica de jogar futebol. Também sabe trabalhar com jovens e entende bastante da parte tática, sem contar o pulso firme. Gosto muito dele e acho que seria um nome de peso pro cargo.

Ricardo Gomes: quando li esse nome, achei que hoje era 1º de Abril. Ricardo tem 12 anos de carreira como técnico e apenas um título. Não tem nem bons trabalhos reconhecidos e é o responsável direto pela não classificação da seleção olímpica pra Atenas 2004. Faz uma campanha razoável no São Paulo, mais pela estrutura do clube do que pela sua qualidade. Educado, lida bem com a imprensa, mas seu trabalho deve ter foco no campo, que eu sinceramente tenho dúvidas quanto à sua capacidade. Péssima escolha e seria contestado por todos nós.

Leonardo: o jovem treinador saiu recentemente de seu primeiro emprego, no Milan, deixando a equipe rossonera na terceira colocação do calccio. Apesar de ter ficado longe do título, Leonardo surpreendeu a todos ao fazer seu time jogar um futebol ofensivo, buscando jogo e atacando grande parte do tempo. Não brigou porque o elenco era limitadíssimo, mas talvez aí tenha surgido um grande técnico. Mesmo assim, não creio que ele seja o nome ideal no momento. A Copa de 2014 requer um trabalho muito sério e Leonardo talvez ainda não tenha experiência pra isso, o que pode levar ao mesmo erro cometido por Dunga. Enfim, se escolhido não será um nome ruim, mas com certeza ficaremos com um pé atrás aguardando o desenrolar do trabalho.

E você leitor, quem gostaria de ver no banco da seleção? Vote na enquete!

Siga-me no twitter: www.twitter.com/blogdobuja

Abraço!